About Me

A minha fotografia
silvaescura
RESPEITO E CARÁCTER
Ver o meu perfil completo

A minha musica


Acerca de mim

A minha foto
Maia, Porto, Portugal
RESPEITO E CARÁCTER

OS MEUS VISITANTES

VISITANTES ON-LIN

O POPULAR AMÉRICO - "ENDIREITA" DE SILVA ESCURA DÁ NOME A RUA


O NOME DO POPULAR AMÉRICO "ENDIREITA DE SILVA ESCURA, fica perpetuado com designação de novo topónimo de uma nova rua da freguesia, situada bem nas trazeiras da sua moradia. A via que se situa bem com a dignidade que esta figura maiata merece, na Nova Urbanização, em Frejufe.


Para a história aqui fica uma breve nota da biografica de Américo Silva Santos.


Américo Silva Santos


Nascido a: 07.12.1932
Filho de: António Silva Santos
Emília Dias Duarte
Casou com a senhora D. Adélia Silva Torres em 26 de Dezembro de 1959.
Pai de duas filhas: Rosalina Silva Santos
Maria Adélia Silva Santos


Oriundo de uma família de 12 filhos, nasceu na residência onde hoje vive, uma moradia de seus pais, datada de 1681, situada na Travessa Central de Frejufe.

Completou apenas o 3º ano de escolaridade, mas afirma ter sido «um bom aluno e que era imbatível na memória».

Américo Silva Santos é, por excelência, uma figura de relevo da freguesia de Silva Escura e do concelho da Maia. Conhecido pela sua generosidade e inegáveis dotes para prestar o trabalho da designada “medicina popular”, no qual tem-se notabilizado no conserto de ossos fracturados e ou das partes moles que rodeiam as articulações.

É hoje conhecido no País pelo senhor Américo “Endireita”, e a sua casa, por dia, recorrem aos seus préstimos uma média de 80 pessoas. Faz o seu ofício generosamente. Diz que quando coloca a mão na pessoa que o procura faz o «“trabalho” apenas com o sentimento e a preocupação de aliviar a dor e o sofrimento do paciente».


Foi através de uma senhora idosa D. Joaquina (já falecida) que lhe ensinou o ofício e lhe disse que ele teria mais condições para continuar a fazer este tipo de trabalho. «Estava talhado e com boas mãos». Assim, Américo Santos afirma que este foi um dom que Deus lhe deu.

É também conhecido pelo trabalho que vem desenvolvendo na paróquia de Silva Escura. Em 1944 que começou como ajudante de missa, do Reverendo Padre António Francisco Sousa.Ainda na paróquia assumiu o cargo de Juiz da Cruz em 1970; e ainda a tarefa de tocar o sino e o zelo das alfaias da igreja.


António Armindo Soares